QUEDA DA CRIMINALIDADE É MÉRITO DE BOLSONARO!!! E NÃO SE FALA MAIS NISSO.

A guerra civil não permite comemoração, a não ser para efeitos na disputa ideológica travada entre os “direitos humanos” e os “humanos direitos”

O presidente Bolsonaro comemorando os índices baixos de criminalidade

A queda nos índices de criminalidade em janeiro deste ano é a primeira grande notícia a favor de Bolsonaro. E não adianta dizer que nem houve tempo para alguma medida do novo governo surtir efeito. Não vai colar.

Em política, não existem fatos nem coincidências: existem versões. E prevalecerá a de que os criminosos recuaram diante do discurso (agora oficial) de que a polícia tem licença para matar e bandido bom é bandido morto.

Os números mantêm o Brasil entre os países mais violentos do mundo. São impressionantes, assustadores. Em 2018, o Brasil registrou uma média de 24,02 vítimas de homicídios dolosos a cada 100 mil habitantes. Não há otimismo ou fanfarronice que nos aproxime da média mundial – 6,4 para cada 100 mil pessoas.

Sugestão de Leitura: www.mises.org.br

Nossa guerra civil não permite a ninguém cantar vitória, a não ser para efeitos na disputa ideológica travada entre os “direitos humanos” e os “humanos direitos”

Sergio Moro e o presidente podem deitar e rolar em cima das estatísticas.

Por enquanto, Bolsonaro pode continuar a fazer arminha com a mão e comemorar.

Por: Richard Corrêa

Publicado por Blog Foco News

Richard Corrêa, jornalista e publicitário natural de Curitiba Capital do Estado do Paraná, residiu, estudou e trabalhou também em Joinville, Santa Catarina. Atualmente reside e trabalha em Rio Branco, Acre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: