“FUNDO AMAZÔNICO”, UM ATENTADO À SOBERANIA NACIONAL – SENADOR MARCIO BITTAR

Senador Marcio Bittar no plenário do senado.

O Senador Marcio Bittar, usou os microfones do plenário do senado, para denunciar, como ele mesmo define, como um dos maiores escândalos do Brasil, que é o Fundo Amazônico.

O Fundo Amazônico, estabelece regras rígidas que impedem o desenvolvimento da região, impede o desenvolvimento do Brasil.

Segundo o senador Marcio Bittar, o Fundo Amazônico criado Pelo Brasil, Noruega e Alemanha, só beneficia os dois últimos países e interferem na soberania nacional, porque tanto a Noruega quanto a Alemanha querem ditar regras aqui dentro do brasil, pra dizer aos brasileiros, o que eles devem ou não devem fazer na região.

O senador Marcio Bittar quer saber se o Brasil está venda por Um Bilhão de reais, que é o valor que a Noruega paga, para que a Amazônia seja intocável, mas somente pelos brasileiros, eles e a Alemanha podem.

É uma denuncia gravíssima, as autoridades competentes têm que investigar esse caso a fundo, porque o senador Marcio Bittar, tem razão, dois países de fora virem aqui dentro e dizer o que devemos ou não fazer, realmente é uma afronta a soberania nacional.

Sugestão de Leitura: www.mises.org.br

Veja o vídeo completo da denúncia do Senador Marcio Bittar no plenário do senado.

Por: Richard Corrêa

Publicado por Blog Foco News

Richard Corrêa, jornalista e publicitário natural de Curitiba Capital do Estado do Paraná, residiu, estudou e trabalhou também em Joinville, Santa Catarina. Atualmente reside e trabalha em Rio Branco, Acre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: