LÍDERES DO DNB – DIREITA NACIONAL BRASILEIRA, AVALIAM AS MANIFESTAÇÕES NO BRASIL

Logo DNB

O DNB – DIREITA  NACIONAL BRASILEIRA, um grupo de direita que nasceu em 2011, e está crescendo muito, tomando corpo e tendo uma musculatura muito forte em todo o Brasil, nos últimos meses, justamente por conta das últimas manifestações em prol do Presidente BOLSONARO,  e seus ministros Paulo Guedes(Reforma da Previdência) e do Ministro da Justiça Sérgio Moro(Pacote anticrimes). E os líderes do DNB vão comentar, com exclusividade ao Blog Foco News, sobre as manifestações do último dia 30 de junho.

Veja o que cada líder do DNB falou:

Fabrício Pontes

Líder DNB: Fabricío Pontes

30/6 Eu fui!

Início/Ida Eu fui com um amigo e a família dele (esposa e filho). Por conta dele estar com a família, isso o atrasou, não permitindo nós 4 pegarmos o metrô em horário similar ao do dia 26/5. No dia 26, eu fui somente com ele, chegamos em Copa meia hora antes (09h30). Desta feita, saímos da Barra 09h30. 

Mas durante a ida para o metrô da Barra da Tijuca, muitas pessoas de verde e amarelo. A composição ficou bem cheia. 

Já em Copa se via as muitas pessoas que se dirigiam para o Posto 5. 

Fluxo 

Andamos até o começo, percebemos que havia buracos na passeata, principalmente no começo (Posto 5) onde estavam o caminhão do MBL e o 1º caminhão dos intervencionistas (sim, haviam 2). O público foi mais homogêneo que o do dia 26, havia menos grupos na pista – embora houvessem mais caminhões de som. Para usar uma palavra que a esquerda ama, havia menos diversidade.

E o fluxo de chegada foi notadamente mais lento. No dia 26, havia muito mais gente da Baixada Fluminense e de outras áreas do Estado. Imaginei que tal aconteceria, pois já que Niterói fez sua própria manifestação – o que provavelmente concentrou lá a turma vinda da Região dos Lagos (que também tiveram mais manifestações). 

“Diversidade” 

No dia 26, haviam grupos católicos puxando rosários pelo Brasil. Dezenas de bandeiras monarquistas (sem exagero) misturadas às bandeiras brasileiras. Grupos de militares de reserva fazendo marchas em apoio ao capitão e presidente Bolsonaro.

Nada disse se viu ontem. Foi uma manifestação mais “pobre”. Inclusive de criatividade, já que faltaram os bonecos infláveis (como o clássico do Rodrigo “Nhonho” Maia) – que dava um toque mais leve, sem perder em desprezo para esses ratos. 

Good News, Bad News 

Bad News first.  Notou-se uma tentativa de protagonismo dos intervencionistas, o que gerou buracos. Embora houvessem grupos junto dos caminhões, muitos ficavam ali porque era área de sombra.

Mas havia alguma reverberação. Há uma irritação latente que os intervencionistas querem arrebatar, mas não têm habilidade para tal.

Como disse acima, haviam dois caminhões de som intervencionistas. O primeiro lá no início da manifestação, próximo ao caminhão do MBL.

E havia outro, que ficou metros à frente de outro caminhão sem identificação do grupo. Quando me separei do meu amigo, encontrei alguns camaradas grupo de estudos do Terça Livre – em frente a esses dois caminhões.

Um espetáculo deplorável: um lançando acusações ao outro. Ridículo. Patético. Erro crasso.

Quem estava ali, aturava por conta da sombra das árvores na esmagadora maioria.

Quanto às tretas do MBL que vi reportarem no Twitter, estava longe demais para acompanhar – portanto nada posso dizer.

Senti falta da turma do Centro Dom Bosco. Desta vez, não deu. 

Good News now. Embora tenha demorado BEM MAIS para rolar, a manifestação encheu a Atlântica fechando a avenida de vez lá pelo 12h30 – 12h40.

Isso só aconteceu nessa hora, pois as pessoas se concentravam em pontos de sombra (o sol estava inclemente, mesmo o meu amigo que tem um preparo físico muito melhor que o meu sentiu) e como sempre, os muitos idosos se concentraram nessas zonas de sombra.

Novamente, temos como ponto alto o despontar do Movimento Brasil Conservador que fez um trabalho excelente na divulgação e explanação das pautas. Já é a segunda manifestação com a presença deles e o MBL ficou na sombra deles, mesmo com muito mais recursos. 

Conclusão 

Foi uma grande manifestação. Linda demais, muita gente. Mas foi menor que o dia 26.

Orlando Moreira

Líder DNB: Orlando Moreira

Acredito na mudança e no poder das mobilizações populares.

Em um mundo cada vez moderno, onde surgiu o ativismo político digital, superinteressante destacar que a força de qualquer tipo de movimento político, só é declarada e escancarada quando se enche as ruas.

Diante de um cenário nunca visto antes, de um candidato com 8 segundos; chegar a mobilizar cidadãos de todas as classes sociais a divulgar e compartilhar suas ideias de graça, tendo o resultado maior que foi sua Vitória.

Chegando, em 2019 cheio de obstáculos devido as discordâncias de Deputados da oposição.

Foi resolvido organizar atos em todo o país por diversos movimentos de Direita em apoio ao governo Bolsonaro sendo as pautas reforma da previdência, pacote anticrime e MP 870 ,e ainda a bater de frente contra o Centrão

Já no último dia 30 devido a conversas vazadas de forma criminosa ,com o conteúdo que mostrava diálogos do ministro Sérgio moro ,também não podia ser diferente  novamente estivemos nas ruas  ,com movimentos de direita cada qual em seu caminhão de som ,mas unidos em prol do Brasil e do Ministro Sérgio moro

Tiago Soncini

Líder DNB: Tiago Soncini

As Manifestações da AV Paulista SP do dia 30 / 06 / 2019 foi um sucesso , ver as pessoas lutando por pautas como Reforma da Previdência , Pacote anti-crime , Lava Toga , e apoio total a Operação Lava Jato foi um Marco na história do Brasil.

Me sinto orgulho de fazer parte da transformação do do País indo a luta com milhões de Patriotas.

O DNB presente como sempre nas lutas do nosso Brasil , representante do DNB com orgulho de genuinamente está em um projeto que visa o bem comum de todos.

Brasil acima de tudo, Deus acima de todos !

Ricardo Mesquita

Líder DNB: Ricardo Mesquita

ÁGUA MOLE, PEDRA DURA.

30 de Junho de 2019, mais uma vez a nação brasileira vai às ruas reivindicar seu poder de decisão, na Praça dos Três Poderes em Brasília, na avenida Paulista em São Paulo, em Copacabana no Rio de Janeiro, assim como do Acre ao Rio Grande do Sul. Mais uma vez os meios de comunicação foram “obrigados” a dar atenção a voz do povo. Não estão ouvindo Bolsonaro, nem Moro, nem Paulo Guedes, estão ouvindo e prestando atenção aos representantes legítimos de toda uma nação. Hoje a Globo foi “obrigada” a mencionar em sua grade várias vezes essas movimentações. Mas não foi a Globo, não foi Bolsonaro, foi o povo, mais uma vez o povo. E o DNB também é o povo

Esses são uns dos líderes do DNB, pois ainda tem o Janderson Veiga, Douglas Manoel, Robson Fagundes, Sandra Colman, Allan Taunay,  Luiz Fernando Moreira, Jean Ribeiro, Newton Rodrigues, e a sua Presidente Tabata Marques.

Parabéns aos líderes do DNB, que desde o seu início, o DNB, já nasceu com o objetivo de se tornar um grande Partido, que será concretizado esse sonho de seus líderes em setembro ou outubro.

Porque, se tem noticias em off, que tem políticos eleitos e com mandatos e é claro que são de direita, que falta muito pouco para fazerem parte do Partido DNB.

Quem tiver interesse em conhecer mais e fazer parte do DNB, acesse o site: www.direitanacionalbrasileira.org

Por: Richard Corrêa

Publicado por Blog Foco News

Richard Corrêa, jornalista e publicitário natural de Curitiba Capital do Estado do Paraná, residiu, estudou e trabalhou também em Joinville, Santa Catarina. Atualmente reside e trabalha em Rio Branco, Acre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: