ADMINISTRAÇÃO GLADSON CAMELI: UM GOVERNO QUE FAZ. VALDIR PERAZZO

Governador Gladson Cameli com o advogado Valdir Perazzo em seu escritório
Sugestão de Leitura: www.mises.org.br
  1. A nova Administração do Estado do Acre paga salários dos funcionários públicos em dia.

Comentário:
Quando se iniciou o governo Gladson Cameli há 08 meses, escutei de políticos e dirigentes partidários que não convinha declarar apoio imediato ao novo governo. Segundo esses analistas, dado ao estado de falência em que Gladson Cameli assumira a administração do Estado do Acre, corria-se o risco de atraso até nos pagamentos dos salários dos funcionários públicos. 
Recusei-me em seguir essa lógica oportunista. Declarei desde logo meu apoio ao novo governo. Nunca admiti um retrocesso para os tempos passados, em que vivíamos sob a égide de uma proposta que nunca funcionou em lugar algum do mundo: o projeto socialista. Para mim, a única opção era que o governo daria certo. Já deu! 
O governador chegou a admitir, caso não fosse aprovada a Reforma da Previdência, decretar o estado de calamidade financeira. Mas, garantiu que a possibilidade de atrasar salários dos funcionários públicos era zero. Está cumprindo sua promessa!

  1. A nova Administração do Estado do Acre antecipa pagamento do 13º salário dos funcionários públicos

Comentário:
No apagar das luzes do governo anterior, fomos informados de que haveria atraso no pagamento do 13º salário. As autoridades do governo que (melancolicamente) se encerrava, depois de 20 (vinte) anos, atribuía a responsabilidade ao governo federal, supostamente por falta de repasse do FPE. 
O novo governo, sob a liderança de Gladson Cameli, paga antecipado o 13 salário, quando, dada a falência que recebeu o Estado, pouco se acreditava nessa possibilidade. Não só vai paga antecipado o 13º salário do ano em curso, como termina de pagar as dívidas do 13º salário do governo anterior. Ponto para o Governo Gladson Cameli.

  1. A nova Administração do Estado do Acre convoca concursados da PM e da Policia Civil já aprovados em concurso público

Comentário:
A Constituição Federal estabeleceu em seu artigo 37 o princípio do concurso público. Só através de concurso público se ingressa na administração pública. Gladson Cameli cumpre a Constituição Federal. Sua administração se amolda também ao princípio do Estado Democrático de Direito, por respeitar a Lei das Leis. Com esse ato, gera perspectivas positivas nos que se dedicam ao estudo, no escopo de ingressar no serviço público. Acaba com a precarização dos contratos provisórios. Gera segurança jurídica, que é base da prosperidade. 
A contratação de 200 (duzentos) professores efetivos também obedece essa lógica de respeito ao concurso público como princípio constitucional.

  1. A Administração Gladson Cameli inaugura o Pronto Socorro

Comentário:
Tomamos conhecimento da inauguração do Pronto Socorro (obra paralisada há dez anos pelos governos anteriores), com alegria e alívio. 
Uma comissão do Senado Federal chegou à conclusão de que o Brasil tem mais de 20 mil obras paralisadas. O Pronto Socorro do Acre era uma delas. 
As obras paralisadas representam elevados custos para o país. Iniciada uma obra, por vários motivos pode ser paralisada. Um dos motivos é a falta de recursos. 
Gladson Cameli demonstrou prestígio com o Governo Federal e alocou os recursos necessários para concluir essa importante obra em apenas 07 (sete) meses de governo. Muito deve ter pesado sua experiência parlamentar como Deputado Federal e Senador da República. Sem se falar que é um aliado do presidente Jair Bolsonaro. Um feito administrativo de grande importância para um governo com pouco tempo de exercício. 
A retomada das obras paralisadas é demonstração de respeito para com a coisa pública. O Governo Gladson Cameli não causa prejuízo ao povo acreano, gerando desperdício.

  1. As 22 Prefeituras do Estado do Acre receberam recursos para abertura de ramais

Comentário:
A Administração Gladson Cameli tem apontado como uma de suas prioridades dá ênfase ao agronegócio. Essa importante atividade tem peso significativo no Produto Interno (PIB) do Brasil. O Acre é uma das últimas fronteiras do país que ainda não desenvolveu suas potencialidades para elevar o nível de vida de sua gente. 
O sonho de tornar o Acre um celeiro, como já são os Estados de Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, foi no passado, o sonho de Francisco Wanderley Dantas, que renasce sob o governo de Gladson Cameli. 
A indicação de Tião Bocalom para o cargo de Presidente da EMATER, entidade da qual nem se ouvia mais falar nos últimos anos, é mais um gesto de Gladson Cameli no sentido de promover o Agronegócio que vai dinamizar a economia do Estado. 
Portanto, os recursos repassados para as Prefeituras, no escopo da abertura de ramais, se realiza nesse contexto de um novo Acre que incentiva o Agronegócio.

  1. A Administração Gladson Cameli já reduziu em 35% o número de homicídios em relação a 2018

Comentário:
Com absoluta certeza esse importantíssimo feito do Governo Gladson Cameli de reduzir em 35% esse tipo de criminalidade violenta (homicídios), se deve ao fato de que segue, à risca, a política adotada pelo governo Jair Bolsonaro, especialmente a política adotada pelo seu Ministro da Justiça, Dr. Sérgio Moro, de jogar pesado contra os criminosos, isolando, especialmente, seus líderes. 
Não dava mais para conviver com o absurdo de termos 60 mil homicídios por ano no Brasil. A delinquência não poderia continuar sendo enaltecida, como foi, ao longo dos últimos 50 anos, pela intelectualidade de esquerda. 
A aquisição de 110 caminhonetes para uso na segurança pública do Estado e um helicóptero, vão potencializar ainda mais a segurança dos acreanos. 
Só há ambiente de negócios onde há segurança. Esse clima de segurança pública gerado pelo novo governo, em muito, vai contribuir para o desenvolvimento esperado do nosso Estado do Acre.

  1. 600 famílias recebem títulos definitivos em Porto Acre

Comentário:
O vizinho estado de Rondônia tem 126 (cento e vinte e seis) mil propriedades rurais. O Estado do Acre deve ter 15 (quinze) mil propriedades rurais. Aproximadamente 08 (oito) vezes menos. 
O Estado de Rondônia optou por ser um Estado de proprietários. Eis os motivos pelos quais o vizinho Estado de Rondônia ostenta vários indicadores econômicos superiores ao Acre. 
O Governador Gladson Cameli está invertendo essa lógica, para transformar o Acre num Estado de proprietários. Num Estado de livre mercado e numa sociedade aberta, em que se gera emprego e renda. 
Eis porque está distribuindo, em todo o Estado, títulos de propriedade, como o fez em Porto Acre.

Enfim, Gladson Cameli está sendo um governador que faz!

Valdir Perazzo é advogado e um dos fundadores do Instituto Liberal Acreano

Por: Richard Corrêa

Publicado por Blog Foco News

Richard Corrêa, jornalista e publicitário natural de Curitiba Capital do Estado do Paraná, residiu, estudou e trabalhou também em Joinville, Santa Catarina. Atualmente reside e trabalha em Rio Branco, Acre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: