PONTE SOBRE O RIO MADEIRA TERÁ O NOME DE PAULO NUNES LEAL, COMO HAVIA SUGERIDO VALDIR PERAZZO

Senadora Mailza Gomes e o advogado Valdir Perazzo

O advogado Valdir Perazzo, recebeu um telefonema, que acho, como sendo um dos telefonemas mais importantes para Valdir Perazzo. Pois, seu nome ficará eternizado, e será sempre lembrado, como sendo o autor do nome da mais importante obra de, crescimento e desenvolvimento para o Acre e para o norte como um todo, a ponte sobre o Rio Madeira, que se chamará “GOVERNADOR PAULO NUNES LEAL”.

Sugestão de Leitura: www.mises.org.br

A Senadora Mailza Gomes, Presidente Regional do PP, ligou, para Valdir Perazzo, dando essa importante notícia de que foi indicada relatora do projeto de lei(número 4.688/2019), de autoria do seu colega Marcos Rogério, Senador de Rondônia, em que se denomina a Ponte sobre o Rio Madeira de Governador Paulo Nunes Leal.

A Senadora quis saber de Valdir Perazzo, se ele, se sentia contemplado no projeto de autoria do Senador Rondoniense.

Claro que sim, respondi à ilustre relatora. Disse Perazzo

Desde que comecei suscitar o debate sobre qual nome deveria ter a Ponte sobre o Rio Madeira, sugeri os nomes de Paulo Nunes Leal e Francisco Wanderley Dantas.

Paulo Nunes Leal, em seu livro “O Outro Braço da Cruz”, nos relata como se deu a decisão da construção da BR 364, que liga Brasília à cidade de Cruzeiro do Sul, no Acre. Como a ideia foi concebida.

Paulo Nunes Leal foi convidado para um evento político em Brasília, no ano de 1958, em que o governadores do Norte agradeceriam ao presidente Juscelino Kubitschek pela construção da Estrada Belém/Brasília.

O círculo palaciano advertia de que, não haveria possibilidade de discussão de qualquer outro assunto fora de pauta. Quase ao final da reunião, contou Paulo Nunes Leal que quebrou o protocolo.

Fez a seguinte indagação ao presidente: Porquê o senhor não constrói o outro braço da Cruz, ligando Brasília ao Acre? Juscelino, indagou, e isso é possível? Paulo respondeu, é, mas uma obra para cabra macho. Juscelino topou o desafio.

A estrada está feita, integrando o Brasil internamente e com os países da Comunidade Andina. A homenagem ao saudoso governador do antigo Território Federal de Rondônia, é mais do que merecida.

Paulo Nunes Leal lutou pela integração da Amazônia, do Brasil e da América Latina.
Podemos dizer que, inaugurada a Ponte sobre o Rio Madeira, se superou o último obstáculo para que a Estrada do Pacífico fique, completamente entregue aos Brasileiros e latino americanos.

Sugestão de Leitura: www.mises.org.br

Por essa importante obra de engenharia, presto minhas homenagens ao governador Gladson Cameli, seu operoso Secretario de Obras e Infra-Estrutura, Thiago Caetano, aos três senadores do Acre ( Sérgio Petecão, Márcio Bittar e Mailza Gomes), em especial, ao valoroso presidente Jair Bolsonaro.

Aproveitei para falar com a Senadora Mailza Gomes sobre a História de luta do ex-governador Francisco Wanderley Dantas. Ponderei que Dantas também merecia a homenagem. Seu lema de governo era: “Produzir no Acre, Investir no Acre e Exportar pelo Oceano Pacifico”.

Enfim, Dantas também lutou pela integração da Amazônia. Fazia coro com os militares contra revolucionários, propondo a integração da Amazônia, para não entregá-la. O que existe de agronegócio no Acre, se deve a Francisco Wanderley Dantas, importante atividade geradora de emprego e renda que vem sendo resgatada pelo competente Secretário de Agricultura do Governo, Dr. Paulo Wadt.

Com a Senadora Mailza Gomes avancei a proposta de uma reedição da obra do ex-governador do Acre pela gráfica do Senado.

A parlamentar acreana e dirigente partidária do PP topou a ideia, por entendê-la justa e merecida.

Poderia concluir dizendo como Fernando Pessoa: “Os homens sonham, Deus quer e as coisas se realizam”. Valdir Perazzo

Valdir Perazzo é advogado e um dos fundadores do INSTITUTO LIBERAL ACREANO – ILAC.

Por: Richard Corrêa

Publicado por Blog Foco News

Richard Corrêa, jornalista e publicitário natural de Curitiba Capital do Estado do Paraná, residiu, estudou e trabalhou também em Joinville, Santa Catarina. Atualmente reside e trabalha em Rio Branco, Acre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: