Bocalom envia carta ao PSL Nacional

Fernando Lage – Tião Bocalom – Valdir Perazzo

Bocalon está tomando uma atitude nobre. O PSL Acre nesses cem dias, permaneceu inerte. O Partido do Presidente Bolsonaro no Acre, ainda não sinalizou se vai ser situação ou oposição ao governo Gladson Cameli.

E essa situação é a pior possível, por isso o Bocalon juntamente com outros membros da executiva estadual do PSL, acharam por bem definir esta situação e enviaram uma carta aberta ao PSL Nacional para convocar essa reunião extraordionária para decidir o futuro do partido.

Sugestão de Leitura: www.mises.org.br

Segue a carta na íntegra:

O Presidente Jair Bolsonaro foi eleito defendendo um programa liberal na economia e conservador relativamente aos costumes. Essa convicção do nosso presidente ficou registrada em seu programa de governo “O Caminho da Prosperidade”. O Acre lhe deu consagradora votação. Proporcionalmente a maior do país.

Como filiados do PSL, todos nos empenhamos para que Bolsonaro, aqui no Acre, tivesse esse desempenho eleitoral. Essa votação acachapante. Vivíamos sob um regime esquerdista há quase 20 (vinte) anos, que nos levou ao atraso. O Estado de Rondônia, duas décadas mais novo do que o Acre, nos supera em vários indicadores econômicos e sociais. Precisávamos mudar e mudamos sob a força da liderança do nosso atual presidente.

Uma vez na Presidência da República, Bolsonaro, vem cumprindo suas promessas de campanha. Já encaminhou para o Congresso Nacional a sua mais importante proposta, ou seja, a Reforma da Previdência Social. Em se mantendo a atual Previdência Social, o Brasil simplesmente quebrará. O Projeto contempla uma nova previdência, nos dizeres do Ministro Paulo Guedes, em quem confiamos pela sua competência.

Adotando-se o caminho da liberdade econômica, e sob o liberalismo que hoje nos impulsiona a economia, com certeza, vamos reduzir a inflação ainda mais, baixar as taxas de juros, elevar a confiança e os investimentos que geram crescimento, emprego e oportunidades.

Pois bem. O Governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, também acredita nesse projeto que nos inspira e motiva. No segundo turno das eleições presidenciais, declarou seu voto a Bolsonaro. Tem dado repetidas declarações de apoio ao Governo Federal. Aqui no Estado já recebeu, com festa e entusiasmo, dois dos seus ministros. A Ministra da Agricultura, Tereza Cristina que, pela sua própria condição de empresária do Agronegócio nos estimulou seguir em frente com a proposta, e a Ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, aqui trazida pela Senadora Mailza Gomes, da base do nosso Governador.

Além de ter declarado voto a Bolsonaro no segundo turno, o Governador Gladson Cameli lidera uma bancada federal de 03 (três) Senadores da República – o Senador Sérgio Petecão, como 1º. Secretário da Mesa Diretora, o Senador Márcio Bittar, como Vice-líder do Governo no Senado e a Senadora Mailza Gomes – bem como 07 (sete) dos 08 (oito) deputados federais do Acre.

Trata-se de um importantíssimo apoio do Governo liberal de Gladson Cameli ao Governo Federal, que necessita de base parlamentar para aprovar as urgentes reformas que o país exige, especialmente a inadiável Reforma da Previdência Social, com profunda repercussão na Previdência Social do Acre, hoje passando por grandes dificuldades, havendo temor de que, no futuro, não tenhamos condições de pagar aposentadorias e pensões.

Passados mais de 100 (cem) dias da posse do Governador Gladson Cameli e do Presidente Bolsonaro, o Partido Social Liberal (PSL) do Estado do Acre, quedou-se inerte e nada decidiu no que diz respeito a integrar a base do Governador, que vem dando total apoio ao Governo Federal para fazer as urgentes reformas do país.

O apoio às reformas do país são tão urgentes que a Direção Nacional do PSL já fechou questão sobre o tema. Nenhum parlamentar desse partido pode votar contra as reformas propostas pelo Governo Federal. O PSL local vem desprezando o apoio parlamentar que Gladson Cameli está dando ao governo federal.

Preocupados com essa omissão – ausência de decisão sobre apoio do PSL ao governo Gladson Cameli – os subscritores dessa Carta Aberta convocaram uma reunião extraordinária para o dia de hoje (10.04.2019), no escopo de deliberarem se o Partido deve ou não integrar a base do governo. A convocação foi feita por 08 (oito) dos 10 (dez) membros da Executiva Regional.

O Presidente da Executiva Regional, num ato solitário, em resolução da data de ontem (09.04.2019), revogou a convocação feita pelos subscritores, sob a alegação de que tal convocação contraria o art. 84 do Estatuto do Partido, entretanto, sem apresentar qualquer proposta para se solucionar a lacuna de decisão. Não se dispôs a fazer a convocação sugerida por 80% dos membros do Diretório. Simplesmente impediu o debate democráticos de um novo projeto de Brasil, suscitado pelo Governo Bolsonaro e Governo Gladson Cameli.

Por este instrumento, em Carta Aberta, querem os subscritores conclamar a Executiva Nacional do Partido Social Liberal para interceder nessa importante questão, no sentido de autorizarem os subscritores a realizarem a referida reunião extraordinária para deliberarem se integram ou não a base de sustentação do Governo Gladson Cameli, deixando claro que nada exigem em troca para contribuir com a governabilidade do Governo Estadual.

  1. Fernando Lage – Vice – Presidente
  2. Sebastião Bocalom Rodrigues – Secretário Geral
  3. Paulo Luiz Pedrazza – 1º Secretário
  4. Francisco Roque da Costa – Vogal
  5. Francisco Silva Lima – Vogal

Por: Richard Corrêa

Publicado por Blog Foco News

Richard Corrêa, jornalista e publicitário natural de Curitiba Capital do Estado do Paraná, residiu, estudou e trabalhou também em Joinville, Santa Catarina. Atualmente reside e trabalha em Rio Branco, Acre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: